angry-kid

Estresse não é só coisa de adulto

angry-kid

Estresse não é só coisa de adulto!

Atualmente, muitas expectativas de sucesso têm sido colocadas nos pequenos, tanto profissionais e econômicas, quanto pessoais, de maneira cada vez mais precoce.

É fácil perceber esse fato nas agendas de atividades extracurriculares das crianças, que estão bem lotadas, sobrando pouco tempo para brincar e descansar.

 Um estudo mostrou que 72% das crianças entre 5 e 13 anos apresentam sinais de estresse e que 60% dos pais não percebem. Um número bem alto, não é?

A pesquisa realizada pelo portal médico WebMD, nos Estados Unidos, revelou ainda que as crianças demostram o estresse por meio de sintomas, como dor de cabeça e na barriga, choro em excesso, constantes reclamações, ansiosidade e problemas para dormir. Muitos pais e responsáveis se voltam para seus próprios conflitos e não reparam como os filhos estão se expressando.

Um dos motivos para o descontentamento dos menores é o próprio ambiente doméstico. Veja os problemas enfrentados no último ano pelas 432 famílias entrevistas pela pesquisa:

– 27% teve problemas financeiros ou desemprego;
– 19% enfrentou doenças graves de um membro da família ou de um amigo próximo;
– 21% precisou lidar com a morte de alguém da família ou próximo;
– 9% teve um processo de divórcio ou separação;
– 31% passou por algum tipo de situação emocionalmente complicada.

A mídia também contribui com o estresse dos pequenos, expondo-os muito cedo ao consumo, violência, competitividade e sexualização. Assim, fica difícil não se estressar. Concordam?

Lidando com o estresse

Uma das formas de evitar o estresse infantil, mesmo que a família esteja enfrentando alguma dificuldade, é identificar o estresse dos adultos e tentar lidar com ele, evitando passar a tensão aos menores. Poupe-os!

Outra maneira é brincar e se divertir com os filhos, sair na zona de conforto e criar brincadeiras longe dos jogos eletrônicos e da televisão.  Brincadeiras deste tipo podem dar a sensação de alívio imediato, porém, não fortalecem os relacionamentos. A diversão caseira ou em um parque, cheia de fantasia entre pais e filhos, ajuda os adultos a aliviarem o cansaço e a aumentar a tranquilidade das crianças.

Atividades, como cozinhar, passear, conversar, ouvir música, dançar, e nadar também podem ser muito divertidas. Assim, vocês mandam o estresse embora e descobrem novas sensações e prazeres na vida em família! E, se quiserem nadar com estilo, nada melhor que as roupas super divertidas para nadar da Swim Colors! Entra lá no nosso site e confira: www.swimcolors.com.br.

Deixe uma resposta